Notícias do vestibular

FURACÃO IRENE CAUSOU 20 MORTES EM PASSAGEM POR EUA
A costa nordeste continua em regime de alerta nesta segunda-feira (29).
O furacão e depois tempestade tropical Irene causou pelo menos vinte mortes em sua passagem pelos Estados Unidos, cuja costa nordeste continua em regime de alerta nesta segunda-feira (29).

Segundo o último balanço divulgado pelas autoridades americanas, pelo menos vinte pessoas morreram em oito Estados do país devido a Irene, que tocou terra no sábado na Carolina do Norte como furacão de categoria 1, e depois perdeu força, sendo reclassificado como tempestade tropical.

Ontem à noite, Irene estava localizado a 80 quilômetros ao norte da cidade de Berlim, em New Hampshire (EUA), e a 165 quilômetros ao sul de Quebec (Canadá), informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.
Inundações e blecautes em Nova York

Inundações e blecautes em Nova York

O furacão Irene deixou neste domingo (28) em sua passagem pelo Estado de Nova York duas vítimas fatais, grandes inundações em diferentes pontos da cidade e de Long Island, que levou a pior parte da tempestade tropical, e a quase um milhão de pessoas que amanhecerão nesta segunda-feira sem eletricidade.

Reduzido a tempestade tropical, Irene tocou terra no bairro nova-iorquino de Coney Island (Brooklyn) perto das 10h (horário de Brasília), em uma cidade que respirou aliviada porque finalmente não teve que lamentar vítimas fatais, mas que viu no domingo como algumas zonas nos cinco distritos ficaram inundadas.

O furacão Irene matou pelo menos duas pessoas no Estado de Nova York, um homem de média idade que morreu eletrocutado na localidade de Spring Valley, e uma mulher que se afogou em um arroio de Nova Escócia, um povoado nos arredores de Albany.

Um porta-voz do serviço de emergências do condado de Rockland, Ron Lavigne, disse à Agência Efe que o homem morreu em uma rua inundada de Spring Valley enquanto tentava ajudar uma criança que tinha ficado presa em cabos elétricos que caíram após a passagem do furacão.

A mulher que morreu na Nova Escócia se afogou ao cair em um riacho que tinha transbordado por causa das intensas chuvas que caíram na região nas últimas 48 horas, e seu corpo foi localizado pelas autoridades locais, segundo informou a Polícia Estatal de Nova York.

Fonte: Uol Notícias