Notícias do vestibular

VALE A PENA ESTUDAR PARA O VESTIBULAR NO CARNAVAL?
Dependendo do caso, pode ser uma boa alternativa.
Usar o tempo livre do carnaval para estudar é uma boa alternativa para os vestibulandos de plantão? Depende de cada caso. Partir para os estudos sem objetivos e metas que se quer alcançar ao final do ano pode levar à perda de tempo; por outro lado, só descansar e ficar preocupado por conta disso também não é uma atitude saudável. Confira dicas dos professores:
Um ponto primordial para o vestibulando, explica Adilson Garcia, diretor de um colégio de São Paulo, é a definição de objetivos e metas a serem alcançados ao longo do ano e no final do processo seletivo. O vestibulando deve buscar informações sobre qual é a pontuação necessária para entrar no curso que deseja "para ver o quanto terá que se dedicar" a exercícios e simulados.

"Existe aí um planejamento a ser feito, que deve levar em consideração o quantitativo e o qualitativo. Cada estudante tem um rendimento: alguns, para chegar num certo nível, levam um tanto de horas; outros chegam nisso em menos tempo. É importante que a pessoa se conheça. Não adianta ficar só estudando com um rendimento insuficiente", explica o docente.
Para que isso dê certo, além de autoconhecer, o estudante tem que saber balancear exercícios e pausas. "É importante conseguir dosar os estudos com o descanso e o lazer. Não dá para nesses dias de carnaval se preocupar em tempo integral com os estudos, mas também não dá para, caso ele escolha uma carreira competitiva, ficar o tempo todo descansando. Tem que dosar segundo as necessidades", diz.
O planejamento dos objetivos e metas a se atingir nas provas pode ser feito pelo próprio vestibulando ou com ajuda do colégio ou cursinho, e deve ser seguido. Segundo o professor Tony Manzi, um erro comum dos estudantes é o de achar que só assistir as aulas já é suficiente. "Se dedicar somente às aulas não é suficiente, tem que ter dedicação, fazer os exercícios, tirar dúvidas nos plantões, fazer grupo de estudo", diz.

Para estudantes que começarão a se preparar para o vestibular após o feriado, o professor aconselha a revisão de noções básicas das matérias de exatas. "Ele pode revisar operações mais simples como funções, equações, fatorações, divisão e equação, por exemplo, para não começar o curso totalmente cru. Se ele já souber isso, vai conseguir ficar na frente de muitos candidatos", diz

Outra dica de Manzi é ficar por dentro das notícias desde já. "Muitas provas que são aplicadas em novembro ficam prontas no meio do ano, então é interessante acompanhar bem as atualidades no primeiro semestre. Além disso, quanto mais o estudante ler, melhor interpretará textos e fará redações", complementa.

Fonte: Uol Vestibular