Notícias do vestibular

ESTUDANTES DEVEM CONHECER AS CARACTERÍSTICAS DE CADA VESTIBULAR
Unificação do calendário vai ajudar a preparar estratégias para as provas. Professores aconselham vestibulando a fazer exercícios específicos.
Os estudantes que vão prestar vestibular já estão preparando as estratégias para aproveitar a unificação das datas dos principais vestibulares. A ideia é conhecer as principais diferenças de cada vestibular.
Em São Carlos, 40 alunos de um cursinho passam pelo menos 8 horas por dia estudando. Para obterem as melhores colocações, eles buscam entender as características de cada vestibular. “Fuvest, com questões fechadas, explora o conhecimento do aluno. Já a Unicamp procura estudantes que possam se expressar bem com clareza. Já a Unesp não cobra obra literária, mas cobra muito conhecimentos gerais dos alunos”, disse o orientador pedagógico Rodrigo Tanaka.
No vestibular da Fuvest e da Unicamp, quatro livros que os alunos precisam ler foram alterados. A orientação é saber todas as obras. Um exercício demorado, mas que vai trazer reflexos em outras matérias. “Hoje os vestibulares cobram muito interpretação de texto. O aluno que lê se dá bem, porque quem lê interpreta melhor e produz um texto melhor”, explicou o professor de biologia Celso Eduardo Falctoski.
Outra dica dos professores é que o aluno saiba desde já quais vestibulares vai prestar e se dedicar aos exercícios específicos que a universidade exige. Os simulados ajudam muito e, nos cursinhos, eles são feitos pelo menos uma vez por mês. O vestibulando também pode melhorar o desempenho resolvendo questões de vestibulares anteriores que estão na internet.
Com o calendário unificado e sem datas coincidentes entre as provas, o estudante Felipe Huge acredita que neste ano conseguirá entrar em medicina. “Facilita porque você não tem que estudar para um vestibular e depois para outro no mês que vem. Você já pega a matéria direto e ela já fica bem fresca na sua memória para você se dar bem no vestibular”, destacou.

Fonte: G1/Vestibular e Educação