Profissões

ENGENHARIA NUCLEAR
É o ramo da engenharia que desenvolve novas tecnologias para a área nuclear.
Engenharia Nuclear
Bacharelado


É o ramo da engenharia que desenvolve novas tecnologias para a área nuclear. Esse engenheiro faz a concepção, construção e operação de reatores nucleares e também de equipamentos para proteção radiológica em medicina. Gerencia seu funcionamento e verifica se os aspectos de segurança relacionados ao uso de materiais radioativos estão sendo cumpridos. Está apto a trabalhar com a radiação nuclear e a administrar o seu uso em outros ramos, como na medicina nuclear, na conservação de alimentos e na preservação de obras de arte. O profissional costuma trabalhar em equipes multidisciplinares, com físicos, matemáticos, químicos, geólogos e até juristas.

O mercado de trabalho


O Brasil possui apenas um reator nuclear em operação, e, por isso, esse mercado é bastante restrito. "Existe baixa oferta de vagas e as que existem são provenientes de poucas empresas que atuam no setor no país", afirma o professor Marco Pinheiro, coordenador do curso da Uerj. Geralmente, o aluno atua como trainee e somente depois dessa experiência ele é contratado para trabalhar como engenheiro. Outra possibilidade é dedicar-se à área acadêmica. O Rio de Janeiro concentra as oportunidades para esse profissional.

O curso

Além de forte base comum a todas as engenharias, ou seja, muitas disciplinas de exatas, o aluno estuda física nuclear, reatores nucleares, engenharia de reatores nucleares, mecânica de fluidos, modelagem e controle de sistemas, termodinâmica e máquinas térmicas. Na Uerj, o curso é oferecido como ênfase de Engenharia Mecânica. A realização de estágio e a apresentação de um projeto de conclusão de curso são obrigatórias.

Duração média: cinco anos Outro nome: Eng. Mecân. (eng. nuclear).

O que você pode fazer


Reatores nucleares
Projetar, construir e operar reatores.

Segurança

Supervisionar o uso de materiais radioativos e os equipamentos de radiologia.

Ensino
Lecionar em universidades que ofereçam graduação ou pós-graduação em Engenharia Nuclear.



FONTE: guiadoestudante.abril.com.br/profissoes