24 de maio: Dia do Vestibulando. Como encarar essa fase da vida?



Somos avaliados desde que nascemos pelos nossos pais, pelo pediatra, pelos amigos, na escola, nas competições esportivas, pelo(as) namorado(as). Mais tarde, pelo(as) esposo(as), pelos colegas de trabalho e pelo diretor da empresa na qual trabalhamos. Mas o que mais importa, na realidade, é a avaliação que fazemos de nós mesmos.


Comemora-se em 24 de maio o Dia do Vestibulando, mas nem vamos comentar isso com esses estudantes. Deixemos passar despercebido, é melhor assim. Para que ficar enfatizando que no fim do ano terão de enfrentar o vestibular? Eles acordam todos os dias pensando nisso: no café da manhã, no almoço, no jantar... Até sonham com isso. Eles sabem perfeitamente que não será a primeira vez que suas competências serão avaliadas e, também, não será a última. Mas temos de concordar: situação incômoda essa de ser candidato a uma vaga na universidade. VESTIBULANDO, até a palavra assusta!

 

Pensando bem, o que é o vestibular? É um concurso como tantos outros: Banco do Brasil, Ministério da Fazenda etc. Como conseguir uma vaga disputada por muitos pretendentes? Disputando-a, submetendo-se às normas de um concurso - não é justo? Seria pior, muito pior mesmo, se as vagas fossem preenchidas, como acontece em certos casos, por apadrinhamento, por nomeação: “fulano de tal está nomeado para o 1º ano da Faculdade de Medicina da UFRJ”. Que tal?

 

Os mais disputados vestibulares de hoje são honestos e competentes – selecionam os candidatos mais aptos a ocupar as vagas oferecidas. O que é preciso fazer então para conquistar a vaga pretendida? Preparar-se adequadamente, tendo sabedoria para poder dividir o tempo entre o estudo, a preparação física (exercícios, sono, alimentação), a convivência familiar e o lazer.

 

As pesquisas internacionais colocam o Brasil nos últimos lugares, no que se refere à Educação. Pena que os pesquisadores não tenham conhecimento dos alunos que conseguem as vagas mais disputadas em algumas das principais universidades do país. Submetem-se a provas de oito disciplinas: Português, Inglês, Matemática, Química, Física, Biologia, Geografia e História, com rendimento médio em torno de 75%. Vejam estas provas, senhores pesquisadores, e constatem que temos uma juventude talentosa, que nem tudo vai tão mal neste país.

 

Meu caro vestibulando, temos orgulho de você e vamos mudar de idéia. É justo que tenha o seu Dia, para comemorar a sua coragem e determinação de enfrentar mais esta importante competição em sua vida. No fundo, está competindo com você mesmo e mais ninguém, em busca de superar seus próprios limites.

 

Parabéns!